wpjr2’s Weblog

Artigos e tutoriais úteis

Archive for 16 de abril de 2008

Jogos em Java

Posted by wpjr2 em abril 16, 2008

Para quem tiver interesse na área de jogos em Java, segue abaixo alguns links:

Ambientes de Desenvolvimento

NetBeans

Eclipse

Configurando o Eclipse para utilizar o WTK

EclipseME Site Oficial

Outros Links

Anúncios

Posted in Curso de Programação Java | Etiquetado: , | Leave a Comment »

Eclipse vs. NetBeans

Posted by wpjr2 em abril 16, 2008

Existem em diversos sites e blogs discussões sobre a melhor ferramenta IDE para o desenvolvimento de aplicações em Java. De todas existentes no mercado, duas se destacam nesta disputa: o Eclipse e o NetBeans.

O Eclipse iniciou como um projeto interno da IBM com o objetivo de substituir a IDE VisualAge. No início de 2001, um consórcio de empresas foi criado com o objetivo de gerenciar o projeto, tornando-o open source.

O NetBeans foi criado a partir de um projeto acadêmico da faculdade de matemática e física da Universidade de Charles em Praga. Com a criação de uma empresa oriunda deste projeto, a Sun comprou-o em 1999, tornando-o open-source no ano seguinte.

Quais são algumas das características desejáveis em um ambiente de desenvolvimento integrado? Segue abaixo algumas das boas características de uma IDE:

– Templates de código para refatoração de métodos e outras estruturas
– Extensibilidade (plugins)
– Desempenho
– Fácil de configurar e usar
– Amplo suporte e documentação

NetBeans

Apesar deste ter estado um pouco atrás nos últimos anos, o Netbeans tem ganhado espaço no desenvolvimento de aplicações Web em Java, graças aos Kits gráficos de construção de telas via drag-and-drop. O mesmo se aplica para a construção de telas em desktop e também para aplicações móveis em JavaME.

Vantagens:

– GUI Builder eficiente para desktop e Web (GUI Builder, Visual Web Pack, Mobile Designer)
– Combina direto com o JDK da Sun, podendo ser baixados juntos do site
– Pouca configuração necessária para iniciar o desenvolvimento
– Criação rápida de aplicações Web, já vem configurado para o desenvolvimento JavaEE
– Recomendado para iniciantes
– Tem evoluido de uma forma mais acelerada
– Consegue importar projetos já existentes no Eclipse

Desvantagens

– Poucos templates de código
– Código não alterável no GUI Builder do NetBeans
– Pouco controle no código da aplicação por parte do desenvolvedor. A IDE gera código automaticamente sem que o desenvolvedor o conheça.
– Possuir muitas tecnologias embutidas que poderiam ser consideradas plugins (Ex: Tomcat)
– Tem suporte a apenas o WTK da Sun para desenvolvimento J2ME
– Pouco controle sobre a criação de projetos via clicks

Eclipse

Para a maioria dos casos, o Eclipse é considerado como uma das melhores ferramentas de desenvolvimento de aplicações Java, independente da plataforma (ME, SE ou EE). A rapidêz e a eficiência no gerenciamento da codificação pelo desenvolvedor tornou o Eclipse quase um padrão nos últimos anos. Os desenvolvedores mais experientes possuem uma preferência para este devido à sua capacidade de refatoração, plugins disponíveis, arquitetura OSGi, dentre outras.

Vantagens:

– Diversos templates de código (criar get/set, criar construtores, refatoração)
– Desempenho, pois utiliza o SWT (nativo) que é mais rápido do que o Swing (Java)
– Recomendado para experientes
– Diversidade de plugins (Hibernate, Database, WST, Checkstyle, PMD, Maven, C++,etc).
– Evoluiu significativamente no início, mas tem desacelerado recentemente.
– Suporte a diferentes Mobile Toolkits (J2ME)
– Maior popularidade no mercado
– Look and feel melhor
– Utiliza a plataforma OSGi no seu ambiente de execução

Desvantagens

– Complexidade de instalação alguns plugins básicos, como o Visual Editor
– Não consegue importar projetos do NetBeans

Vitoriosos:

– A linguagem Java
– Mercado de desenvolvimento com opções de boa qualidade
– Os desenvolvedores quanto à qualidade das ferramentas de desenvolvimento

Detalhes importantes:
– Não ficar preso à uma IDE específica, já que esta disputa está longe de se finalizar.
– Utilizar as duas ao mesmo tempo para projetos diferentes, para que se tenha um conhecimento das vantagens e desvantagens para cada tipo de projeto.

Posted in Curso de Programação Java | Etiquetado: , , | 1 Comment »

Siglas Relacionadas

Posted by wpjr2 em abril 16, 2008

Segue abaixo uma listagem e significado das principais siglas relacionadas à tecnologia Java:

  • API: Application Programming Interface, define uma interface de programação onde aplicações desenvolvidas na linguagem Java podem utilizar recursos (classes e bibliotecas) já existentes ou na linguagem ou em bibliotecas diversas.
    Este termo também é aplicável à documentação existente de todas as classes que compôem a plataforma, que pode ser chamada de JavaDoc.
  • AWT: Abstract Window Toolkit, toolkit de desenvolvimento de telas gráficas para aplicações Java.
  • CORBA: Common Object Request Broker Architecture, arquitetura de requisição de objetos distribuidos pela rede
  • GUI: Graphical User Interface, interface gráfica de usuário
  • IDE: Integrated Development Environment, ferramenta de desenvolvimento integrado utilizada no desenvolvimento de aplicações. Exemplos incluem o Eclipse, NetBeans, JBuilder, IntelliJ Idea, JDeveloper, JCreator, dentre outras.
  • IIOP: Internet Inter Orb Protocol
  • JavaDoc: padrão de documentação de classes Java onde comentários são inseridos de dentro do código e uma documentação é gerada em HTML a partir deste código via comando javadoc.
  • JDBC: Java Database Connectivity, padrão de conectividade da linguagem Java com SGBDs.
  • JIT: Just In Time Compiler, também conhecido como tradução dinâmica, é uma técnica usada para melhorar o desempenho de um programa em tempo de execucão. O código intermediário de máquina (bytecode) é convertido para nativo (linguagem de máquina) antes de sua execução nativa.
  • JVM: Java Virtual Machine, a máquina virtual Java responsável pela execução de código intermediário de máquina (bytecode) sobre uma plataforma de hardware ou sistema operacional específico.
  • JRE: Java Runtime Environment, contemplando o ambiente de execução do Java (Java Virtual Machine)
  • JDK: Java Development Kit: Kit de desenvolvimento Java, composto do compilador (javac) e do ambiente de execução Java (JVM).
  • JCP: Java Community Process, o processo da comunidade Java onde as tecnologias relacionadas à linguagem são criadas e padronizadas, considerada o berço das tecnologias Java.
  • JSR: Java Specification Request: requisição de especificação de alguma tecnologia associada à linguagem Java.
  • Javac: Java Compiler: o compilador na linguagem Java implementado pela Sun
  • JAR: Java Archive, formato de arquivo usado como padrão para agregar classes Java compiladas (.class) e arquivos de metadados associados em bibliotecas.
  • JavaME: Java Micro Edition, plataforma de desenvolvimento de aplicações móveis.
  • JavaSE: Java Standard Edition, plataforma de desenvolvimento de aplicações sobre o desktop.
  • JavaEE: Java Enterprise Edition, plataforma de desenvolvimento de aplicações corporativas sobre a Internet.
  • OOP: Object Oriented Programming, paradigma de programação onde um dado sistema é construido a partir de objetos e estes objetos comunicam entre si através de mensagens.
  • RMI: Remote Method Invocation, invocação remota de métodos via rede, termo específico ao Java.
  • RPC: Remote Procedure Call, chamada remota a procedimentos, o análogo de RMI, porém mais genérico.

Posted in Curso de Programação Java | Etiquetado: , | Leave a Comment »